Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 


O pessoal de Braga é assim

por NSR, Terça-feira, 19.04.11

http://www.publico.pt/Local/pj-deteve-e-libertou-suspeito-de-morte-de-homem-por-espancamento-em-braga_1490441

 

Vítima morreu três dias após a agressão

PJ deteve e libertou suspeito de morte de homem por espancamento em Braga

19.04.2011 - 09:50 Por PÚBLICO

A Polícia Judiciária identificou e deteve um indivíduo de 20 anos por suspeitas de agressão violenta de um homem de 60 anos no passado dia 9, em Braga. Devido às “lesões graves” sofridas, a vítima viria a morrer três dias depois do incidente. O suspeito foi ouvido pelas autoridades e libertado, ficando sujeito a apresentações periódicas às autoridades.

A agressão ocorreu na madrugada de dia 9 quando António Peixoto, de 60 anos, se dirigiu, como habitualmente, a uma roulotte de comida em Braga, onde era conhecido. O incidente terá ocorrido quando António ofereceu cigarros a um grupo de jovens, um gesto que era também seu hábito. Um amigo da vítima, ouvido pelo “Jornal de Notícias”, conta que tanto António como os jovens estariam embriagados e que após a oferta de um cigarro começaram as agressões. “Ele foi logo pontapeado e espancado. Eram para aí uns cinco ou seis”, relatou a testemunha ao jornal.

Depois de assistido no local pelo INEM, a vítima foi transportada para o Hospital de Braga onde acabou por morrer no passado dia 12.

Ontem, a Polícia Judiciária avançou em comunicado que identificou e deteve um homem, um estudante universitário de 20 anos, sobre o qual recaem “fortes indícios da prática de um crime de ofensa à integridade física, de que resultou a morte da vítima”, com quem não tinha qualquer relação, referindo-se ao incidente em Braga.

De acordo com a polícia, “o autor, de surpresa e sem que nada o fizesse prever, em plena rua, desferiu violentos golpes a pontapé na vítima causando-lhe lesões graves”.

Após ter sido ouvido, o indivíduo ficou sujeito a apresentações periódicas às autoridades e impedido de se ausentar do território nacional.

Segundo o “Jornal de Notícias”, o suspeito é aluno na Universidade Católica Portuguesa, no Campus Camões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por NSR às 19:50


Comentários recentes

  • Anónimo

    Hum hum...

  • Anónimo

    Quem não concorda com a existência do BE, deve con...

  • Anónimo

    O BdC não aproveitou o Leonardo Jardim, o Marco Si...

  • Anónimo

    Esse lugar nobre é do Benfica. Ou aceitas que seja...

  • O comuna

    O futebol é uma máfia. BdC ainda acaba na valeta.

  • Pó de Sirphoder

    Quem defende o Vieira é mau.Quem defende o Bruno d...

  • A hipocrisia

    Muito se fala do BdC, mas quando olho para os outr...

  • Abel

    Muito se poderia dizer. Mas tenho uma pergunta: co...

  • Turista

    Para quem coloca o turismo como uma fonte menor:ht...

  • Nostalgia

    Xiii... o que foram lembrar...





Links

Blogs quase medíocres mas expectaculares