Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 


O primeiro dia do resto das vossas vidas

por impressoemmeiahora, Quarta-feira, 14.03.12

Hoje conto-vos a história do fundo D. Branca.

 

Há uns anos eu vi a luz. Tinha dados que me asseguravam um lucro exorbitante certo. Tinha a certeza absoluta de ter conseguido sair do mundo dos comuns mortais e entrado no caminho do Special One. O caminho da diferença. Acreditava que conseguia igualmente fazer todos os meus amigos ricos com pouco esforço. 

 

200 europas para cada um. 4 indivíduos. Resultado: 40% de prejuízo em 2 meses. Como foi possível? estava tão bem estudado, eu tinha a certeza absoluta que estavamos no caminho do Iate e... 40% de prejuízo? 

 

Dois ficaram em stand-by. Outros dois continuaram amuados mas com o bichinho. O quinto continuou a correr por fora.

 

Novo tentativa. Desta vez 750 europas cada um. Mais um método infalível. Lucro exorbitante e certo. Mais uma vez: prejuízo de quase 40%. Desta vez  em 7 meses. Minimizou-se o prejuízo de forma que não vou explicar. No final, 16% de prejuízo. Péssimo. Mas melhorámos.

 

Como é possível? Não se percebe. E agora: nova tentativa. Esta é que vai ser: 4000000 de europas a 4 anos. Colocar isto por escrito mostra bem a impossibilidade do mesmo. Mas desta vez o mentor não sou eu: é alguém mais capaz que eu. Só de olhar para os números apetece chorar. A beleza teórica da possibilidade, só por si, já vale o investimento.

 

Mas... e se resultar? E se realmente resultar? São algumas europas vs 4000000 de euros. E se for só 1000000 de euros? Perante a possibilidade teórica de ganhar 4000000 de euros que esperam que se faça? Que não se tente? Que se esqueça que essa possibilidade existe? qual é a alternativa? 500 europas a render a 3%? Não existe alternativa. A alternativa é certa. Todos os elementos deste blog vão ter, mais coisa menos coisa, pelo menos 500000 europas na conta. Fora bens materiais. Isso é adquirido. Basta não inventar. É adquirido que vamos ter umas férias anuais aos 60 anos, talvez um cruzeiro, como culminar da nossa vida laboral. Parabéns: conseguimos não estragar o que era difícil de estragar.

 

Mas... e se fosse 1000000 de europas aos 40 anos? Ou 4000000? Nem é pelo dinheiro... é pelo gostinho... olhar para trás e dizer: eu quebrei a ordem natural das coisas todas... existirá sabor melhor? Eu não vou precisar de trabalhar até aos 65 (?) como todo a gente me disse que seria inevitável... 

 

A questão é: pode resultar? Pode. A palavra chave é esta: Pode. E vai. Algum dia. Não tenho a menor dúvida. E porquê? Porque não vamos parar de tentar. E porque somos bons naquilo que fazemos. A história já provou, séculos após séculos, que esta combinação resulta SEMPRE.

 

O Fundo D. Branca não é mais que isto. Uma luta incessante contra o sistema vigente. Uma luta incessante contra uma forma cómoda de ver a vida. É um Euromilhões de cunho pessoal. No fundo, é a materialização de uma certa rebeldia, a representação quantitativa de uma força de contra-sistema. E é por isso que vai resultar: porque é divertido e é inteligentemente irreverente!

 

O Fundo D. Branca versão RemixV7 começa no próximo fim de semana com 1000 europas. E este post será verdadeiramente único pois será aquele que marcará o início da transformação total da vida dos elementos deste blog. Nada, a partir de agora, será igual.

 

Repito. Nada, a partir de agora, será igual.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por impressoemmeiahora às 17:30

58 comentários

De D. Branca a 03.06.2012 às 19:50

Após uma melhor análise dos dados que possuímos (cerca de 445 jogos de ténis e 398 jogos de futebol - sim, é publicidade inútil) , apresentamos a Versão 8 do fundo D. Branca. Fizemos algumas pequenas alterações por forma a diminuir um pouco os riscos de queda da banca e melhorar os resultados finais. Neste contexto, o Fundo D. Branca com início a 11/08/2007 e último jogo a 03/06/12 conseguiu uma valorização de 15689%, ou seja, cada euro será convertido em 156,89 euros no referido prazo. A queda máxima da banca, drawdown, foi de 19,05%.

No que respeita aos dados desde 15 de Março, aconteceram mais 12 vitórias no ténis sendo que a banca evoluiu favoravelmente em cerca de 0,75% desde a última derrota aproximando-nos dos 20% de lucro.

Esperamos que o fundo corresponda às vossas expectativas e que a 15 de Março do próximo ano o queiram reforçar.

De D. Branca a 12.06.2012 às 19:08

Não, não perdemos.

Simplesmente não têm existido jogos de ténis que nos sirvam mas eles estão prestes a chegar.

Situação portanto sobreponível ao último comunicado, ganhamos mais uns euros mas nada de muito significativo que mereça comunicado formal aos Senhores.

De D. Branca a 10.07.2012 às 16:21

Ausência de jogos.

Fundo F. Branca a aguardar pelo início dos campeonatos de futebol.

PS: Nadal, pela segunda vez, a ir ao pote.

De D. Branca a 23.09.2012 às 22:01

Com a vitória do Olympiacos, e após uma série de derrotas que foi novo máximo histórico, o fundo D. Branca entra novamente em terreno positivo após 6 meses em funcionamento.

A valorização do fundo é mínima após estes 6 meses (cerca de 1%), o que pode ser explicado por diversos factores:
- Aplicação do contra na primeira série de 20.
- Capitalização total dos jogos de ténis.
- Ausência de potenciação dos jogos iniciais nas primeiras séries do sistema.

A haverem sido aplicados estes pressupostos desde que o fundo está em funcionamento, estaríamos neste momento com cerca de 30% de lucro.

Estamos por isso confiantes relativamente ao futuro.

De referir igualmente que este é o primeiro fundo deste blog que está positivo após 6 meses de funcionamento.

Os objectivos para o futuro mantêm-se intactos, pelo menos 100% de valorização do fundo até ao primeiro ano de funcionamento que será a 15 de Março de 2013.

De WTF a 24.09.2012 às 10:31

O que é potenciação dos jogos iniciais?

De Vivó Benfica!!! a 24.09.2012 às 11:59

Após uma derrota dobramos as apostas nos dois jogos seguintes.

Ou seja:

- Se o Olympiakos tivesse empatado ou perdido dobrávamos as apostas nos dois jogos seguintes de futebol.
- Se houvesse uma derrota no ténis dobrávamos as apostas nas 10 partidas seguintes de ténis(que correspondem a 2 jogos para nós)

De D. Branca a 24.09.2012 às 19:33

Se estes indivíduos entendessem verdadeiramente o Fundo D. Branca, deixavam de dormir.

Este Fundo é uma obra prima.

De impressoemmeiahora a 28.09.2012 às 12:20

e qual o sentido disso? Só faria sentido se fosse o olympiakos outra vez a jogar?

De Anónimo a 28.09.2012 às 13:42

O sentido para o fazermos é o seguinte:

O sistema funciona com duas premissas fundamentais:

- Elevada percentagem de acerto o que possibilita séries longas de vitórias.

- Potenciação dessas vitórias aplicando o dinheiro ganho no jogo anterior.

Ora nós sabemos que vamos ter séries longas e uma elevada % de acerto, não sabemos é quando.


Duplicando as 2 primeiras vitórias após uma derrota temos 2 cenários: em 86% dos casos acertamos e o sistema irá, a partir daí, recolher os lucros e em 14% dos casos perdemos o dobro. A questão que se coloca é: quanto ganhamos nos 86%? Compensa ou não compensa? Faz sentido ou não faz fazer isso?

Considerando odds médias de 1,15, taxa de acerto de 93% (ou seja o previsto) e banca inicial de 1000 euros façamos contas, se dobrássemos as duas primeiras, teríamos em relação ao sistema que não dobra:

Em 14% dos casos perdemos o dobro ou seja 140 euros em vez de 70.

Falta agora calcular em que % de vez ganhamos mais de 70 euros do que não dobrando, e verificamos que ganhamos mais de 70, aliás bem mais, 100 euros quando cai a de 20.

E a de 20 vai cair quantas vezes?

14% das vezes perdes mais 70

23% das vezes ganhas 100 ou mais (série de 20)

Fazendo contas com outras odds e taxas de acerto:

Cenário negro

1,14 , 90%

19% das vezes perdes mais 70

12% das vezes ganhas 85 ou mais (série de 20)

Cenário possível

1,16 , 91%

17% das vezes perdes mais 70

15% das vezes ganhas 124 ou mais (série de 20)

Cenário para a nossa actual baixa taxa de acerto e odd média acima do esperado

1,168 , 89,23%

20% das vezes perdes mais 70

18% das vezes ganho 73 ou mais (série de 15)

Todas estas contas excluem os lucros das restantes % de vezes em que ganhamos os dois primeiros mas que não chegamos ao jogo que dá pelo menos 70 de lucro em relação ao sistema que não dobra.

E porque nao triplicar então perguntas tu? Porque o drawdown já não me agrada.

O drawdown a mais que este dobrar gera é um risco que aceito perante a evidência do benefício que gera.

Beijinhos...




De Barros a 28.09.2012 às 15:38

Abel, é enjoativo ver-te a falar de percentagens.
Contigo tem que se fazer como se deve fazer com os políticos: esperar pelos resultados.

De O tal a 28.09.2012 às 16:29

A resposta é para quem fez a pergunta, não te metas na conversa dos outros Barros.

De Abel a 28.09.2012 às 16:56

E se guardasses no bolso a pedra que me veio direita à cabeça?

Não fui o autor desta elucidativa exposição. Mas subscrevo-a na íntegra.

De El unico benfiquista a 30.09.2012 às 16:36

Aviso à D. Branca: Não apostar no Barça contra o Bem! O Benfica esta fortissimo.

De Anónimo a 30.09.2012 às 21:27

A Liga dos Campeões não faz parte da nossa panóplia de jogos.

De D. Branca a 30.09.2012 às 23:29

Aviso à navegação: fundo D. Branca a valorizar nos 6% após 6 meses de funcionamento.

E isto após a pior série dos últimos 5 anos.

De D. Branca a 02.10.2012 às 19:54

Na linha do que tem sido a conduto da administração do Fundo D. Branca, mais uma vez se comunica os resultados operacionais do mesmo.

Na linha do que vinha sendo projectado, as recentes melhorias aplicadas na gestão do fundo tiveram reflexos positivos e o fundo valoriza neste momento nos 8,1%. Quer isto dizer que existe neste momento margem para uma derrota, mantendo-se o fundo em terreno positivo.

Se tivermos uma derrota, o fundo desvaloriza imediatamente 7%.

No caso de vitórias consecutivas (primeira coluna), anexa-se a valorização esperada em relação ao início do fundo:
1 - 8,4%
2- 10,4
3- 21,4
4- 22,5
5 -22,7
6 - 23,6
7- 23,8
8- 47,5
9- 50,4
10- 55,1%

Tudo depende agora no número de vitórias subsequentes. Relembro que a probabilidade de vitória inicial (jogo individual) era de 93%, mas desde que está activo o Fundo tem estado longe destes números, conseguindo-se apenas 89% de acertos. Contamos no futuro uma aproximação a estes 93%.

De D. Branca a 05.10.2012 às 16:37

Caiu a primeira vitória (13ª consecutiva). Valorização de 8,4%.

De D. Branca a 07.10.2012 às 00:23

Bayern e Benfica a juntarem-se à festa... e 21,4% de valorização após quase 7 meses no activo.

De D. Branca a 07.10.2012 às 15:41

PSV a juntar-se ao grupo. A valorização foi ligeiramente superior ao esperado e é agora de 23,9%.

E isto após 7 meses em funcionamento e após a pior série de derrotas dos últimos 5 anos e não aplicando o modo de funcionamento actual do Fundo. Se assim fosse, valorização de cerca de 40%.

De D. Branca a 10.10.2012 às 16:06

Mais 5 jogos de ténis, com valorização de 0.2% da banca, num total de 24.1%.

A acontecerem vitórias nos próximos 5 jogos, valorização significativa da banca em perspectiva.

De D. Branca a 12.10.2012 às 17:57

Mais 5 jogos de ténis; +0,9% valorização.

Valorização total de 25%.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Hum hum...

  • Anónimo

    Quem não concorda com a existência do BE, deve con...

  • Anónimo

    O BdC não aproveitou o Leonardo Jardim, o Marco Si...

  • Anónimo

    Esse lugar nobre é do Benfica. Ou aceitas que seja...

  • O comuna

    O futebol é uma máfia. BdC ainda acaba na valeta.

  • Pó de Sirphoder

    Quem defende o Vieira é mau.Quem defende o Bruno d...

  • A hipocrisia

    Muito se fala do BdC, mas quando olho para os outr...

  • Abel

    Muito se poderia dizer. Mas tenho uma pergunta: co...

  • Turista

    Para quem coloca o turismo como uma fonte menor:ht...

  • Nostalgia

    Xiii... o que foram lembrar...





Links

Blogs quase medíocres mas expectaculares