Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 


O Intes - Projecto o que sabes e pensas dos teus amigos

por NSR, Segunda-feira, 20.08.12

Proveniente de famílias humildes do Nordeste Transmontano, o Intes é o mentor deste Projecto e o quarto elemento a ser revisitado.

 

Após a recolha das variadas opiniões, este elemento doravante será conhecido como: Sr. Rodrigues o da Mercearia, Tarantino, Justicino, Gambler, Alcoólico Anónimo

 

 

Ideais Familiares:

 

- Prole numerosa que arrume a casa enquanto passa o dia no sofá

 

- Descendência genética e cultural é fundamental.

 

- Não quer ter animais domésticos

 

- Família é uma estrutura fundamental

 

- Independente, mantendo contudo uma relação saudável com a família

 

- Será um bom pai de família

 

- Ter uma casa para pernoitar em todos os distritos do país

 

- Toda a gente que conhece é família. Mas quem lhe dá de comer é mais.

 

- Tradicional

 

- Mulher que lhe coce o rabo enquanto acompanha os mercados

 

- Gosta de ameixas Rainha Dona Cláudia

 

- Quando não está de pijama, usa saias

 

- Regressar à terra onde encontra a paz, o Norte

 

- Elevada capacidade para viver no mato sem nenhum contacto familiar, se necessário.

 

 

Ideais Políticos:

 

- Atribui ao político o papel único e redutor de dinamizador da economia.

 

- Será aquele que melhor percebe os diferentes ideais políticos

 

- Daria um bom político, mas seria incompreendido pelo povo

 

- Socialista moderado

 

- Com rasgos liberais no que toca a economia

 

- Claramente de direita

 

- Criar uma nova doutrina política para proteger e potenciar os lucros dos que brincam aos mercados

 

- Vota em economistas. Patético.

 

- Cifrões (ou euros) acima de tudo

 

- Sabe que os políticos são corruptíveis e, por isso, não confia

 

- Um Socratista camuflado

 

- Um Soarista convicto

 

- Um Guterrista dialogante

 

 

Ideais Económicos

 

- Tudo tem um preço e ele sabe qual é

 

- Perder o dinheiro todo na Bolsa

 

- Perder o dinheiro todo na Dona Branca

 

- Na improbabilidade de uma das duas acima não acontecer perderá o dinheiro todo no Casino

 

- Cifrões (ou euros) acima de tudo

 

- Será um fenómeno, dos poucos no mundo que sabe como inventar dinheiro

 

- Se para o Abel o dinheiro é Imoral para este Sr. é Amoral.

 

- O capital é para investir em coisas - metade por saber, metade por fezada

 

- Capacidade inata para lidar com dinheiro

 

- Admite como possível a inevitabilidade do homem estar ao serviço da economia e não o contrário.

 

- Elevada capacidade de gestão do risco

 

- O dinheiro é para poupar mas também pode ser gasto ao serviço dos prazeres das pessoas

 

- Fazer dinheiro é um dos jogos mais divertidos que conhece.

 

- Rodear-se de pacóvios para financiar esquemas económicos

 

 

Ideais Religiosos

 

- Anticristo redentor. Ao contrário de Cristo que nos perdoou pelo nossos pecados do passado, este perdoa todos os vícios e para sempre.

 

- A religião não é algo que faça parte importante da vida, até porque pode ser considerada uma estupidez.

 

- Cifrões (ou euros) acima de tudo

 

- Talvez agnóstico.  Não pratica nem cumpre ritos (pelo menos não o manifesta) a não ser por questões culturais, nomeadamente, eventos familiares

 

- Católico contemporâneo

 

- Considera os 10 mandamentos boas orientações de vida.

 

- Respeita a religião

 

- O problema são mesmo os horários matinais das missas

 

- Deus no Céu e Intes na Terra

 

- Daria um bom acólito

 

- Tornar-se monge trapista apenas para produzir cerveja

 

- Acredita que se há um Deus este não intervém, ou seja que Deus é um gajo que não faz nada.

 

 

Ideais Gastronómicos

 

- Comportamento desviante com o álcool

 

- Uma mula na mesa!

 

- Tudo desde que seja acompanhado por álcool

 

- Comer é um prazer

 

- Bem regado

 

- Não se deixa enganar quando lhe servem porco por leitão.

 

- Elevada reserva  para citólise hepática.

 

- Francesinha!!!!!!!

 

- Cerveja ou vinho com qualquer coisa a acompanhar

 

- Entre o muito e o bom

 

- Manter níveis constantes de tintol para acalmar o trémulo

 

- Palato estreito, preferencialmente banhado por licores que estimulem nobres funções.

 

- Cerveja não é uma bebida é um carburante.

 

 

Ideais Médicos

 

- Certificar-se que o capoeiro de Vairão dispõe de balneários, casa de banho para as galinhas incapacitadas e higienização dos ovos

 

- Todas as áreas do conhecimento humano deviam ter um contabilista. Até a Medicina.

 

- Globalmente, um óptimo gestor médico

 

- Desprovido de interesses corporativistas

 

- Kaiser Permanente

 

- Os médicos poderiam garantir a justiça social

 

- Daria um bom gestor hospitalar

 

- Epidemiologia, Saúde Pública

 

- É um trabalho

 

- Ocupação dos tempos livres

 

- Queria gostar mais, mas a cabeça já tem muito que fazer

 

- Senhora Maria o sal para si ACABOU!!!!

 

 

E assim termina esta autópsia, em que o única coisa que se encontrou foi álcool, euros e pouco mais.

 

Não percam o próximo episódio que será o último deste Projecto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por NSR às 13:28

Quero ver a ala de direita desde blog em força!

por impressoemmeiahora, Terça-feira, 05.06.12

"Esta foi a semana zero do fim do Serviço Nacional de Saúde! Ou em linguagem histórica, foi a “semana D”, a semana em que as tropas do neoliberalismo, comandadas por Paulo Macedo, ao serviço do governo da Troika, desembocaram na praia do Mindelo, prontas a atacar de forma rápida e eficaz todas as instituições do SNS. O objetivo é claro: não deixar pedra sobre pedra, aniquilar o mais rápido possível o adversário, retirar-lhe as armas e deixá-lo indefeso! Os aliados, sentados no Bundestag, em Frankfurt e em Bruxelas estão atentos a cada movimentação das suas tropas – a vitória nesta batalha abre caminho para uma escalada da guerra cada vez mais eficaz e que terminará com a vitória do neoliberalismo em toda a Europa!

Os serviços partilhados do ministério da Saúde publicaram esta semana um concurso público para a celebração de contratos com empresas de trabalho temporário (ETT), que visa a contratação de médicos para as instituições do SNS, em regime de prestação de serviços, pagos à hora. O documento faz um plano das necessidades de médicos nos hospitais e centros de saúde, divide-os por horas-ano e estabelece as novas regras de contratação. As instituições do SNS passam a contratar não médicos mas serviços, por hora, a ETT que disponham de quadros de médicos. Todas as funções são alvo de contratação, não só urgências (como no passado) mas tudo: consultas, cirurgias, internamento, serviços pré-hospitalares, cuidados intensivos, TUDO! Os contratos terão a duração de 12 meses e, sempre que a ETT o desejar, esta pode substituir o médico a seu bel-prazer – ao fim e ao cabo, o hospital contrata os serviços da ETT, não contrata médicos. O único critério de escolha é “o mais baixo preço-hora”. Não é a qualidade do técnico, não é a sua diferenciação numa área em particular, não é o seu “know-how” acerca do trabalho que vai fazer, é o preço. Quem ganha a colocação por 12 meses é o mais barato e não o melhor ou o mais adequado à função.

O documento estipula ainda que nos centros de saúde o médico-hora-temporário tenha como únicas obrigações realizar 4 consultas por hora (15 minutos para cada uma) e fazer atendimento pediátrico. Não interessa que tipo de consulta é (materno-infantil, de hipertensão, de pediatria…), desde que demore apenas 15 minutos. Também não interessa que esse médico-hora-temporário não seja sempre a mesma pessoa e esteja constantemente a ser mudado pela ETT – conheça ou não conheça os doentes que tem à sua frente, tem é que demorar apenas 15 minutos. Não interesse se é especialista em medicina geral e familiar. Não interessa que tipo de formação tem. Não interessa se alguma vez praticou clínica de cuidados primários. Não interessa se alguma vez na vida observou uma criança. O que interessa é que demore 15 minutos. E que veja muitas criancinhas – de preferência em 15 minutos!

Quando aponta as necessidades, o documento fala na contratação, através de trabalho temporário, dum total de 2,5 milhões de horas por ano. O que equivale a 1700 médicos em horário completo. Simples e claro, o ministério pretende não voltar a contratar mais nenhum médico para funções permanentes, apesar de existirem essas necessidades claramente apontadas (1700 médicos!!!), pretende sim contratar o tipo mais barato, não importa a qualidade, por uns mesitos e depois troca-o por outro qualquer!

Não sei se as pessoas que leem isto entendem a gravidade deste documento. Não sei se as pessoas entendem que isto significa o fim da carreira médica em Portugal. Não sei se as pessoas entendem que não se faz medicina no séc. XXI sem trabalho de equipa e sem abordagens multidisciplinares. Não sei se as pessoas entendem que não podem existir equipas médicas funcionais que durem só 12 meses. Não sei se as pessoas entendem que os serviços médicos vão ser entregues a ETT’s. Não sei se as pessoas percebem que a ausência de critérios de qualidade significa o fim de serviços de saúde de qualidade. Não sei se as pessoas entendem que sem um contrato permanente podem ter vários médicos ao longo do ano. Não sei se as pessoas entendem que a relação médico-doente não pode ser promíscua, ou não há relação médico-doente. Não sei se as pessoas entendem que isto significa o fim do SNS em todo o seu esplendor!

Não sei se as pessoas entendem tudo isto. Mas se não entendem, deixem que vos diga que há quem entenda. E quem entendeu bem e prontamente foram as ETT. O documento do ministério saiu esta semana e no dia seguinte havia já uma ETT de trabalho médico pronta a investir e a recrutar médicos, pois teve o desplante de enviar a muitos médicos do SNS este e-mail:

“Caro Doutor,

Um dos projectos ongoingda XXXpassa pela constituição de uma equipa de profissionais médicos de diversas especialidades para todo o território continental. A área de actuação abrangerá diferentes serviços e/ou valências que vão desde as Consultas, Cirurgias, Urgências, Hospital de dia, MCDT, Cuidados intermédios e intensivos, VMER, Cuidados Primários, Bloco Operatório, entre outras.

Actualmente a SPMS- Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE assegura a prestação de serviços partilhados ao nível de compras e logística, gestão financeira, recursos humanos especializados e sistemas TIC – Tecnologias de Informação e Comunicação para as entidades que integram o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Dentro desta filosofia, a SPMS arrancou na semana passada com a compra centralizada de prestação de serviços médicos, Projecto ao qual a XXXirá concorrer, sendo que não sabemos ainda se esta metodologia será já para substituir os modelos de contratação existentes ainda este ano ou só para o próximo(2013).

De qualquer forma, trata-se de um procedimento concursal regido pelo CCP (Código Contratos Públicos) e como tal são necessários um conjunto alargado de documentos e declarações, quer para as empresas concorrentes, quer para os profissionais. Este trabalho requer a validação de TODA a documentação exigida no concurso para TODOS os profissionais a afectar, sob pena de estes não serem considerados elegíveis e, consequentemente, não poderem fazer parte do concurso.

Neste sentido, e se o Projecto for do seu interesse, iremos necessitar que preencha e nos envie as Declarações que estão em anexo, devidamente assinadas conforme B.I. e/ou C.C…”

 

Bruno Maia

http://www.esquerda.net/opiniao/semana-zero-do-sns/23414

Autoria e outros dados (tags, etc)

por impressoemmeiahora às 17:19

Porque é que o Tino é um génio?

por impressoemmeiahora, Quarta-feira, 14.03.12

 

 

O Tino é um génio por isto.

 

Foram analisados 370 jogos nos últimos 5 anos.

 

O gráfico de baixo representa a taxa de acerto na equipa vitoriosa em séries consecutivas de 100 jogos. (270 séries portanto).

 

O gráfico de cima representa a valorização da banca em 100 jogos, ou seja, quanto é que a banca valorizou após 100 jogos consecutivos.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por impressoemmeiahora às 19:54

A Crise vista de Atenas e de Quarteira

por impressoemmeiahora, Domingo, 25.09.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

por impressoemmeiahora às 19:37

Meus Senhores o Secretário do Orçamento

por impressoemmeiahora, Sexta-feira, 08.04.11

Alguns pontos prévios:

 

1- Se o senhor Secretário tiver uma doença neurológica, peço desculpa.

2- Tenho algumas dúvidas que o senhor saiba ler com fluidez. 

3- Um homem que não aguenta os óculos na cara, tenho dúvidas que sirva para o cargo.

4- Que intervenção é esta?

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por impressoemmeiahora às 00:53

Futre e o seu Porche Amarelo

por impressoemmeiahora, Terça-feira, 29.03.11

Tino, desculpa-me. Retrato-me aqui publicamente: não te devia ter insultado por short message system.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por impressoemmeiahora às 01:36

o início da depressão...

por impressoemmeiahora, Domingo, 20.03.11

... neste blog.

 

 

E o Sporting é o nosso grande amor!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por impressoemmeiahora às 00:01


Comentários recentes

  • Anónimo

    Quem não concorda com a existência do BE, deve con...

  • Anónimo

    O BdC não aproveitou o Leonardo Jardim, o Marco Si...

  • Anónimo

    Esse lugar nobre é do Benfica. Ou aceitas que seja...

  • O comuna

    O futebol é uma máfia. BdC ainda acaba na valeta.

  • Pó de Sirphoder

    Quem defende o Vieira é mau.Quem defende o Bruno d...

  • A hipocrisia

    Muito se fala do BdC, mas quando olho para os outr...

  • Abel

    Muito se poderia dizer. Mas tenho uma pergunta: co...

  • Turista

    Para quem coloca o turismo como uma fonte menor:ht...

  • Nostalgia

    Xiii... o que foram lembrar...

  • Anónimo

    Parece o Kursk!Ups! Esse é outro elemento aqui do ...





Links

Blogs quase medíocres mas expectaculares


subscrever feeds